Cartão diamante vip Cartão Diamante Premium Cartão Diamante Premium Cartão Diamante Premium Cartão Diamante Premium

Refeição colorida: bom para a saúde!

Não é preciso ser expert em nutrição para seguir uma dieta rica em vitaminas e minerais: basta consumir diariamente alimentos naturais e de cores diferentes. Outra vantagem de se guiar pelo colorido das frutas, verduras e legumes é que já se sabe que os pigmentos vermelhos, alaranjados, verdes e roxos têm a capacidade de combater os radicais livres e preservar a saúde.  “As hortaliças devem ocupar 1/3 do prato. O restante deve ser dividido igualmente entre os alimentos energéticos, caso do arroz, da batata e do macarrão, e as proteínas, como carne, ovo e soja”, diz a nutricionista funcional Fernanda de Campos Prudente Silva, da Clinonco – Clínica de Oncologia Médica, em São Paulo. É ela quem lista os benefícios de cada cor nos alimentos:  √ Vermelho A turma do morango, do tomate e da melancia é fonte de carotenoides, que são os precursores da vitamina A, e alguns até de licopeno. Por isso, beneficiam o coração, a memória, a pele e os olhos.  √ Laranja O melão, a mexerica, a abóbora e a cenoura, entre outros, são fontes de carotenoides e de vitamina C, antioxidante fundamental para a proteção das células. Eles também são importantes para a saúde do coração, da visão e do sistema imunológico. √ Roxo Tanto a berinjela quanto a amora, o figo e o repolho roxo contêm vitaminas C e do complexo B, além de minerais como o potássio. Esses nutrientes são essenciais para a pele, os nervos, os rins e o aparelho digestivo, além de desacelerar o envelhecimento e dificultar a formação de coágulos no sangue.  √ Verde Os alimentos deste grupo, com destaque para as folhas, são ricos em cálcio, fósforo e ferro. Daí eles atuarem na promoção do crescimento, na prevenção da fadiga mental e no fortalecimento de ossos e dentes. √ Branco Nabo, cebola, goiaba branca e couve-flor são bons exemplos de alimentos ricos em vitaminas do complexo B e de flavonoides, que atuam na proteção das células. Além disso, participam na produção de energia e no funcionamento do sistema nervoso....

Leia Mais

Quatro razões para não beber refrigerante

Uma das bebidas mais consumidas em todo o mundo pode estar diretamente ligada com um dos problemas de saúde que mais preocupam os médicos nos dias atuais. O refrigerante está presente em quase todas as refeições de grande parte da população, sendo que o ganho de peso que gera a obesidade pode ser consequência desta bebida com gosto doce, porém de resultados amargos para sua qualidade de vida. Veja abaixo 4 razões para que você descarte o refrigerante de sua vida: Sistema imunológico: quem escolhe refrigerante no lugar de bebidas saudáveis como água, leite com pouca gordura ou sucos naturais, tem chance menor de receber a quantidade adequada de vitamina A, cálcio e magnésio. O ácido fosfórico contigo no refrigerante esgota os dois últimos nutrientes citados do organismo, sendo que eles ajudam a manter a imunidade funcionando com força máxima; Plástico: geralmente quando se bebe refrigerante com mais de uma pessoa, as escolhas são por recipientes de plástico. Acontece que neste tipo de material existe uma substância tóxica chamada bisfenol A que pode contaminar a garrafa e causar problemas. O bisfenol A é ligado ao surgimento de doenças, principalmente por diminuir as defesas do sistema imunológico; Radicais livres: os refrigerantes que contêm xarope de milho possuem em sua composição altos níveis de radicais livres que podem causar o desenvolvimento da diabetes. A ação contínua dos radicais livres ainda podem causar doenças degenerativas, inflamatórias, mal de Parkinson e Alzheimer. Os antioxidantes são a solução contra os radicais livres; Peso: ao contrário do que é anunciado pela publicidade dos produtos, os refrigerantes diet ou light causam o aumento de gordura corporal, assim como os normais. Um estudo com ais de 1.500 pessoas concluiu que há risco 41% maior de excesso de peso ou obesidade para aqueles que bebem até mesmo uma lata de refrigerante por dia. O gosto doce causa a liberação de insulina no organismo, o que bloqueia a capacidade do corpo em queimar gordura. O consumo de refrigerantes deve ser esporádico, mas preferencialmente nulo em suas refeições diárias. Substitua por bebidas mais saudáveis como a água, que deve ser ingerida durante todo o dia, ou sucos naturais que ainda contribuem para melhorar sua saúde. Praticar exercícios físicos com regularidade e combinar essa ótima atividade com uma alimentação balanceada será uma ótima maneira de se manter saudável e ter uma excelente qualidade de vida....

Leia Mais



Conheça nossa empresa

Assista ao nosso vídeo institucional e conheça as soluções para seus colaboradores através do Programa de Benefícios ABRAPS.

Escolha qual atendimento você precisa em nossa rede e agende seu horário.




É fácil e rápido agendar consultas e tirar suas duvidas! Ligue para:



Esqueci minha senha

























EMPRESAS PATROCINADORAS

A Abraps Saúde pensando na melhoria da qualidade de vida de seus colaboradores desenvolveu
produtos e serviços para sua empresa, conheça aqui alguns dos nossos parceiros patrocinadores:



























Refeição colorida: bom para a saúde!

Não é preciso ser expert em nutrição para seguir uma dieta rica em vitaminas e minerais: basta consumir diariamente alimentos naturais e de cores diferentes. Outra vantagem de se guiar pelo colorido das frutas, verduras e legumes é que já se sabe que os pigmentos vermelhos, alaranjados, verdes e roxos têm a capacidade de combater os radicais livres e preservar a saúde. 

“As hortaliças devem ocupar 1/3 do prato. O restante deve ser dividido igualmente entre os alimentos energéticos, caso do arroz, da batata e do macarrão, e as proteínas, como carne, ovo e soja”, diz a nutricionista funcional Fernanda de Campos Prudente Silva, da Clinonco – Clínica de Oncologia Médica, em São Paulo. É ela quem lista os benefícios de cada cor nos alimentos: 

√ Vermelho A turma do morango, do tomate e da melancia é fonte de carotenoides, que são os precursores da vitamina A, e alguns até de licopeno. Por isso, beneficiam o coração, a memória, a pele e os olhos. 

√ Laranja O melão, a mexerica, a abóbora e a cenoura, entre outros, são fontes de carotenoides e de vitamina C, antioxidante fundamental para a proteção das células. Eles também são importantes para a saúde do coração, da visão e do sistema imunológico.

√ Roxo Tanto a berinjela quanto a amora, o figo e o repolho roxo contêm vitaminas C e do complexo B, além de minerais como o potássio. Esses nutrientes são essenciais para a pele, os nervos, os rins e o aparelho digestivo, além de desacelerar o envelhecimento e dificultar a formação de coágulos no sangue. 

√ Verde Os alimentos deste grupo, com destaque para as folhas, são ricos em cálcio, fósforo e ferro. Daí eles atuarem na promoção do crescimento, na prevenção da fadiga mental e no fortalecimento de ossos e dentes.

√ Branco Nabo, cebola, goiaba branca e couve-flor são bons exemplos de alimentos ricos em vitaminas do complexo B e de flavonoides, que atuam na proteção das células. Além disso, participam na produção de energia e no funcionamento do sistema nervoso.

Quatro razões para não beber refrigerante

Uma das bebidas mais consumidas em todo o mundo pode estar diretamente ligada com um dos problemas de saúde que mais preocupam os médicos nos dias atuais. O refrigerante está presente em quase todas as refeições de grande parte da população, sendo que o ganho de peso que gera a obesidade pode ser consequência desta bebida com gosto doce, porém de resultados amargos para sua qualidade de vida. Veja abaixo 4 razões para que você descarte o refrigerante de sua vida:


Sistema imunológico: quem escolhe refrigerante no lugar de bebidas saudáveis como água, leite com pouca gordura ou sucos naturais, tem chance menor de receber a quantidade adequada de vitamina A, cálcio e magnésio. O ácido fosfórico contigo no refrigerante esgota os dois últimos nutrientes citados do organismo, sendo que eles ajudam a manter a imunidade funcionando com força máxima;

Plástico: geralmente quando se bebe refrigerante com mais de uma pessoa, as escolhas são por recipientes de plástico. Acontece que neste tipo de material existe uma substância tóxica chamada bisfenol A que pode contaminar a garrafa e causar problemas. O bisfenol A é ligado ao surgimento de doenças, principalmente por diminuir as defesas do sistema imunológico;

Radicais livres: os refrigerantes que contêm xarope de milho possuem em sua composição altos níveis de radicais livres que podem causar o desenvolvimento da diabetes. A ação contínua dos radicais livres ainda podem causar doenças degenerativas, inflamatórias, mal de Parkinson e Alzheimer. Os antioxidantes são a solução contra os radicais livres;

Peso: ao contrário do que é anunciado pela publicidade dos produtos, os refrigerantes diet ou light causam o aumento de gordura corporal, assim como os normais. Um estudo com ais de 1.500 pessoas concluiu que há risco 41% maior de excesso de peso ou obesidade para aqueles que bebem até mesmo uma lata de refrigerante por dia. O gosto doce causa a liberação de insulina no organismo, o que bloqueia a capacidade do corpo em queimar gordura.

O consumo de refrigerantes deve ser esporádico, mas preferencialmente nulo em suas refeições diárias. Substitua por bebidas mais saudáveis como a água, que deve ser ingerida durante todo o dia, ou sucos naturais que ainda contribuem para melhorar sua saúde. Praticar exercícios físicos com regularidade e combinar essa ótima atividade com uma alimentação balanceada será uma ótima maneira de se manter saudável e ter uma excelente qualidade de vida.